O que fizeram com nossa cidade?


Deroní Mendes - Nunca antes na história eu havia passado tanto tempo sem ir a Vila Bela, minha cidade natal que tanto amo e de onde sinto muitas saudades. Foram quase 02 anos sem visitá-la.  Sem ver pessoas queridas e especiais às quais amo muito. Estar lá me faz tão bem. Estar em casa faz bem para qualquer ser humano.  Sempre achei que o povo de Vila Bela merecem muito mais do que seus representantes no legislativo e executivo sempre fizeram.
Tanto tempo longe, mas acompanhando tudo os acontecimento pelo “face”. Então, Minhas expectativas eram muitas.
Quantas mudanças haveriam ocorrido na minha cidade em termos de infraestrutura, principalmente. No último ano de mandato prefeitos  e vereadores costumam “mostrar serviço”. Então, imaginei encontrar uma cidade, bem diferente. Bem melhor para se viver e visitar. 


Mas, para minha triste surpresa infelizmente, tudo continuava e continua tão igual à cidade que deixei em 2002 quando me mudei para Cáceres e que visitei pela última vez em dezembro de 2010.  Um descaso total por parte do executivo e do legislativo. É visível que pouquíssimo foi feito pelo bem estar da população. A única mudança boa em termo de infra-estrutura na área urbana (e muito mal feito diga-se de passagem) foi o asfaltamento das ruas do centro da cidade. No mais, o esgoto continua correndo a céu aberto, o mato se alastra nos terrenos baldios e as ruas continuam se transformando em rios  qualquer duas horas de chuva deixando as pessoas ilhadas sem poder sair de suas casas nos bairros periféricos. 

Pensei, onde excelentíssimo senhor prefeito têm aplicado os recursos arrecadados com impostos como: Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU), Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis e de Direitos a Eles Relativos (ITBI),  Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS). Onde tem sido investido os tais 50% do imposto arrecadado pela União sobre a propriedade territorial rural localizada no município; os 50% do imposto arrecadado pelo estado  de Mato Grosso em Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) dos veículos registrados no município e parcela do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) arrecadado pelo Estado. Bem, vale ressaltar que no caso do ICMS, 25% da receita total arrecada pelo estado com o imposto é dividida entre todos os municípios de um mesmo Estado.  

E o vereadores, o que fazem, por que se omitem porque compactuam da má aplicação do dinheiro público. Caso não saibam, a função do vereador é extremamente importante, para se ter idéia, um vereador que cumpre com suas obrigações de fiscalizado a aplicação do dinheiro público pode, por si só, apontar erros e apurar desfalques nas contas públicas do município que podem levar a mudanças na distribuição do orçamento e à economia na aplicação de  recursos que irá melhorar a vida de todos. Mas infelizmente,  boa parte da população desconhece,  confunde, ou simplesmente se acomode  com os problemas que enfrentam que pouco fiscalizam o desempenho dos vereadores. Talvez por isso votem erradamente eleição após eleição, daí a quantidade de vereadores re-eleitos a cada 4 anos.  

Mas, e o povo? Os cidadãos? E o controle social? Continuarão a desfrutar do silêncio ensurdecedor dos bons, honestos  e injustiçados por quanto tempo ainda?  Como disse Gabriel,  o Pensador: " até quando você vai levando, porrada, porrada e vai ficar sem fazer nada"?

Share:

0 comentários