Lugares: “daqui um tempo ninguém mais vai saber o que é Mato Alto, cerrado, capão..."

A ideia de lugar é muito abrangente, tanto se você analisar a partir do senso comum quanto do conhecimento científico.

Sempre preferi Geografia Humana e geopolítica à geografia física. A minha concepção de lugar parte da definição da corrente geográfica humanista que define cientificamente lugar como um conceito científico para pesquisar as relações subjetivas do homem com o espaço e o ambiente onde vive.
Para essa corrente é importante estudar o cotidiano como forma de compreender os valores e atitudes que as pessoas têm a respeito do espaço e do ambiente em que vivem.

Lugar diz respeito aos espaços vivenciados pelas pessoas em suas atividades cotidianas de trabalho, lazer, convivência familiar, etc. ou seja,  uma forma de experiência humana, uma forma especial de vivência e concepção do espaço formado por um conjunto das vivências coletivas, individuais e subjetivas dos sujeitos que compoem o lugar. 

Todo esse trololó porque ao vasculhar minhas anotações da minha monografia sobre comunidades Tradicionais , me deparei com trasncriçoes valiozissímas de membro das comunidades Nossa senhora da guia e Nossa Senhora do Carmo (Taquaral)  em Cáceres- MT sobre o Lugar onde vivem. Uma monografia não dá prá analisar, sistematizar e utilizar todas as informações coletadas em campo. Mas eu não as quero perdê-las, por isso resolvi aos poucos colocá-las aqui e compartilhar com vocês a riqueza de informação e sabedoria das comunidades tradicionais.

A  definição é  de um  membro da comunidade dos vários lugares paisagisticos que tem na comunidade. E são vários, alguns comuns outros nem tanto. Vejam a diversidade: Campinão, Chapada, Bocaina, Varador, Campina, Serra, Mato, Cordilheira, Grota, Caverna, Furna, Sumidor, Buraco de Tatu, Acentado, Cerradão, Cerrado Ralo, Campo, Cerrado, Campina, Frada do Morro, Mato Virgem, Mata de vazante, Várzea, Capão, Largão, Baixio, Mato Alto, Terra de Cultura.

Vamos subir prá avistar mais longe... lugar é uma paisagem, uma visão, uma vista aqui mesmo na Morraria tem muito lugar diferente.. daqui um tempo ninguém mais vai saber o que é Mato Alto, cerrado, capão...aprendi com meu pai, tio. Aprendia caminhando com eles. Eles falava tudo que aprendemos na vida, na escola do mundo...Acho que até estudioso colaram deles uns desses”. Agricultor da comunidade Nossa Senhora da Guia, Cáceres-MT.

em breve, a definição de cada um dos lugares acima pelos "nativos da Morraria" ou seja, das comunidades Nossa senhora da Guia e Nossa Senhora do Carmo.

Share:

0 comentários