Tempo, paciência e sabedoria

Os dias voam. Tudo passa muito depressa. De repente: o dia acabou e o Sol se foi. Ou então, o contrário, a noite se foi e o Sol nasceu.






De repente os entes queridos se vão, as crianças crescem. E a gente, se olha e percebe o quanto o tempo passou. É estamos velhos.
Nossos sobrinho/as já até tem filhos. estão adultos. Não são mais crianças. E a gente, não percebe. Mas, quase sem querer, de vez em quando agimos como se eles ainda fossem crianças. No máximo, adolescentes e inconsequentes, é claro. E, digamos que temos razão em boa parte do tempo. É os mais velhos tem muita sabedoria, por isso merecem respeito...

  • Nossos animais ficam velhos muito mais rápido que a gente e rapidamente morrem. Mas, sempre pensamos que eles serão prá sempre. Ou pelo menos fugimos prá não pensar nisso.
Nossos amigos/as se mudam, casam. E a gente também. Tudo é muito dinâmico que as vezes nem damos conta das mudanças.

  • Mas também há benefícios no fato do tempo passar depressa. Sim, acho que há muitos benefícios. Aliás há coisas que não adianta. Só o tempo dá jeito.



  • O tempo passa e a gente amadurece, fica mais seguro daquilo que queremos e podemos. O tempo passa e esquecemos a mágoa. As feridas vão se cicatrizando. A dor da perda e saudade dos amigos e dos entes queridos. A morte do cachorro, o cachorro que era quase um filho.




    • O tempo passa e nos leva a conhecer novos lugares, pessoas, bichos, músicas, filmes, assuntos , amigos, amores. Se tiver sorte , o amor da sua vida e também se transforme no amor da vida de alguém.

    • Mas, veja bem, tudo isso é raro, raríssimo. Não que seja difícil acontecer. Acontece sim, mas as vezes não conseguimos identificar, se permitir. O que é raro é a gente perceber. Estamos tão preocupados com nós mesmos, que nem percebemos porque é simples demais. Estamos sempre em busca de coisas mais complexas difíceis que desaprendemos de valorizar ou ao menos observar as coisas simples da vida. Sinta-se privilegiada/o se conseguir perceber e viver tudo isso, ou parte disso...

    • Penso que corri muito na minha vida. Não prestei atenção nem valorizei muita coisa...Mas hoje. Aliás a algum tempo, tento não correr tanto. valorizar mais do sempre valorizei as coisas e pessoas simples como a minha família, o por do Sol, os amigos que tenho, as coisas que tive, tenho, vivi e aprendi...



  • Não peço a Deus em minhas orações força, nem inteligência. Mas sim, sabedoria e muita paciência. Difícil, eu sei. Mas uma coisa leva a outra. Paciência requer muita prática e leva tempo. Pessoas sabias são pacientes... Então, creio que se eu for bem dedicado serei uma velha sabia. Só preciso ter uma pouco mais de paciência e a ajuda do tempo. Assim espero...



  • Putz, quanta bobagem, né? Será que sou normal?


    Ufff!!! Não sei, mas relaxei até...tava de novo perdida sem saber por onde começar com as providências...


    Share:

    2 comentários

    1. Oi. acabei de reparar que 1/3 do ano já se foi e que já estou com 33 anos. Não vou dizer que é fácil lidar com a tirania do tempo, mas é verdade também que dias como ontem até a 00:01 pra vc me dar os parabéns faz eu pensar que a vida tem que ser bem corrida mesmo, para chegar mais rápido os tempos bons. estes sim, mereceriam ser congelados.

      beijos,

      ResponderExcluir
    2. Mas aos 33 anos vc continua lindo, lindo. Cada dia mais...De fato os bons momentos deveriam parar, mas infelizmente são os que mais voam. Mas vale a pena nos esforçarmos para termos sempre dias lindos. O que acha???? rsrsrsr

      Bjus,

      ResponderExcluir