SOBRE QUALQUER COISA: EU E A VÍRGULA


Hoje to meio assim, sem um norte. Tinha me programado prá hoje a noite adiantar umas pendências do Profor 163. Mas não vai dar, parece. É uma pena, precisava muito adiantar isso, mas tudo bem...

Tenho tanta coisa prá fazer amanhã e nos próximos dias que estou sem sono... e por incrível que pareça não tenho como adiantar nada enquanto não durmo...Então resolvi rascunhar alguma coisa aqui.

Em meio a tantas coisas boas e outras nem tanto que ocorrera nestes ultimos dias, inclusive hoje... acabei não rascunhando nada neste blog. Então vou fazê-lo agora. Mas não sei bem ao certo sobre o que.

Bem...pode ser sobre quaqluer coisa...

Ah, sim. Achei, acho ...Nessas minhas ultimas perigrinações de uma cidade para outra. No busão, pensei sobre a arte de escrever. Na verdade na importância de registrar os acontecimentos de nossas vidas...

Acho particularmente, bem bacana um dia voltar a ler o que se escreveu e reviver o momento em que escreveu as coisas boas, é claro. Mas também é legal, porque sempre nos leva a refletir sobre uma coisa tipo: De onde onde vim? Como vim? Onde estou? Prá onde vou? Como e com quem vou?

È muito engraçado, as vezes. Vez em quando reviro meu baú de lembranças com meus "cadernos de recordações" do tempo a escola. São tantas lembranças. Tantas pessoas, professores, colegas, amigos, ... Algumas amizades e pessoas que permanecem apesar do tempo e outras que se vão igualmente com o tempo.

Mas escrever é coisa muito séria e complicada, principalmente prá alguém como eu que não tem o dom e não é profissional.

Mas como escrevo aqui sem compromisso, sem medo de assasinar a gramática, vou em frente, pois lembro que alguém muito sábio certa vez me disse..." que escreve ou fala sempre tem noção do tá fazendo, faz corretamente (neste caso dizendo ou escrevendo), mas sempre quem houve ou lê pode mudar o sentido se quizer e até sem querer também. Então o problema maior não está com quem fala ou escreve, mas sim com que ouve e lê. Eles que erram tudo e coloca culpa em quem escreve. É eles que tem que ler direito e limpar o ouvido ou então prestar atenção no que a gente fala prá não "disvirutuar as coisas..."

E é a mais pura verdade. E uma grande culpada é a Vírgula. Isso mesmo. Nossa, como é complicado usar essa coisinha... digo esse sinal...quer dizer essa pontuação...melhor essa,

Mas eu não ligo prá vírgula... e também prá quem de má vontade interpretam errado o que escrevi. Mas terei o maior prazer e atenção em explicar se alguém de fato quizer (perder seu precioso tempo) entender de as coisas que digo neste blog (quer dizer escrevo). É só postar a dúvida. Duvida? Uai, é só postar então.

Mas enquanto isso "vou errando enquanto o tempo me deixar". Neste e nos próximos posts. Acreditem ou não. É tentando acertar.
informações adicionais: Essas imagens não são minhas. Não lembro de onde as peguei. Disculpa ae?!!!


Deroní Mendes

Share:

1 comentários

  1. Eita, Dê. Mas com três ou quatro regrinhas básicas fica mais fácil acertar onde as vírgulas devem ficar ou não. Beijos, meu amor! Beijos no meu amor!

    ResponderExcluir